Blog - Últimas notícias

Secretária de Saúde Indígena garante realização da 6ª Conferência Nacional

O local e a data serão definidos dia 25 de julho, quando ocorrerá a reunião de reestruturação da comissão organizadora

A secretária de Saúde Indígena, Sílvia Nobre Waiãpi, garantiu nesta sexta-feira (05/07) a realização da 6ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (CNSI). A declaração ocorreu durante a 319ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Saúde (CNS). O local e a data do evento serão definidos no dia 25 de julho, quando ocorrerá a reunião de reestruturação da comissão organizadora da conferência.

A 6ª CNSI é promovida pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, em parceria com o CNS. “Quero garantir para vocês que a conferência irá acontecer. Isso é uma cobrança do nosso ministro. Não só para que ela ocorra, mas também para que seja um marco de gestão e participação”, afirmou Sílvia Nobre Waiãpi.

Fernando Pigatto, presidente do CNS, afirmou que “para o controle social na saúde, ter uma mulher indígena representando a pasta é muito significativo diante da luta dos povos indígenas no Brasil”. A 6ª CNSI foi precedida de 302 conferências locais e 34 distritais. Estas reuniram aproximadamente 7 mil delegados representantes dos povos indígenas de todo o Brasil.

“Houve muito empenho dos povos indígenas nas conferências distritais, que foram bastante resolutivas. Precisamos encerrar esse processo iniciado em 2018”, afirmou a conselheira nacional de saúde Zaíra Maria Tronco Salermo, que representa a Associação Brasileira de Nutrição (Asbran) e integra a comissão organizadora da 6ª CNSI.

Entre os objetivos da 6ª CNSI está a atualização da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (Pnaspi), publicada em 2002, para redefinir diretrizes e efetivar as particularidades étnicas e culturais no modelo de atenção à saúde dos povos indígenas.

A secretária Sílvia Nobre Waiãpi assumiu a Sesai no dia 24 de abril de 2019. Ela é a primeira mulher indígena a dirigir a pasta. “Nós sabemos o quanto nesse governo as mulheres estão sub-representadas. Com sua presença aqui, firmando que a conferência será realizada, teremos a primeira conferência coordenada por uma mulher indígena. Isso nos é motivo de orgulho”, avaliou a conselheira nacional de saúde, Vanja dos Santos, que representa a União brasileira de Mulheres (UBM).

Ascom CNS

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


O #susconecta surgiu justamente do desafio de dar uma resposta consistente a essas perguntas. Direcionado a gestores, profissionais, professores, estudantes, pesquisadores e usuários do SUS, o #susconecta reúne conteúdos de diversas plataformas virtuais e potencializa a integração delas por meio de um acesso único.

Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Saúde – CNS.

Site mantido pela AWEB MKT.